Engenhos   

   
 
Escolha o atrativo que você quer descobrir

Igrejas Engenhos Monumentos Diversos

Leitura recomendada: Engenhos & Arquitetura - Tipologia dos Edifícios dos Antigos Engenhos de Açúcar de Pernambuco - Geraldo Gomes da Silva

_____________________________________________________________________________________________

clique para ampliar Foto: Governo PE

Engenho São José
Engenho muito antigo, cuja Casa-Grande é exemplar de relevante interesse arquitetônico. Edificação assobradada, tendo a parte de trás rés-do-chão, construída em alvenaria de tijolos. O primeiro pavimento, com planta de forma retangular, caracteriza-se como um porão, dividido em quatro áreas que dão para um corredor. O segundo pavimento tem planta de forma aproximada a um quadrado, com uma varanda em três dos lados e acesso através de escadaria, situada na lateral direita. O pavimento inferior, possui arcadas arrematadas por frisos em massa. O piso da varanda possui arremate, bem destacado, semelhante áqueles que marcam os arcos. Os guarda-corpos e os beirais da coberta, são de madeira. Atualmente funciona como casa de fazendeiros da região, usada somente nos finais de semana. A Casa-Grande situa-se na encosta da colina, em local privilegiado, com relação aos demais prédios. Suas terras são utilizadas para plantio de cana-de-açúcar, capim para pasto de animais e árvores frutíferas de porte. Nos cimos das colinas, encontram-se restos de mata.

Como chegar: Estrada da Usina Trapiche, seguindo por 12 km, entrar à esquerda. em estrada carroçavel. por mais 3 km.

____________________________________________________________________________________

clique para ampliar

Foto: Governo PE

Engenho Jaguaré
Não se sabe o ano de construção, mas é provável que seja do séc. XVIII.  O engenho possui Casa-Grande, roda d'água ( foto ao lado ) e Capela. A Casa-Grande é uma construção de alvernaria de tijolo de formato retangular, assemelhando-se a um chalé. Tem uma escadaria de acesso de tijolo e cimento com dez degraus. Toda a frente e a lateral direita é alpendrada. Tendo os beirais superiores em madeira alpendrada. A lateral fica a rés do chão e possui cinco arcos, os quais supõe-se que eram os quartos dos escravos domésticos. A capela tem na frente uma escadaria, planta quadrangular, bastante singela, possuindo um nicho com um sino à sua lateral. Encontra-se em estado regular de conservação, servindo de moradia a famílias desabrigadas. Situa-se às margens da estrada, rodeada de árvores frutíferas de médio porte. Pode-se avistar um capoeirão de mata e o canavial.

Como chegar: A partir da estrada da Usina Trapiche, segue-se por mais 9 km.

Mais Fotos:

____________________________________________________________________________________

clique para ampliar

Foto: Daniel Araujo

Antiga Usina Trapiche / Engenho Trapiche Velho
Antigo Engenho Trapiche Velho, em 1896 foi transformado na Usina Trapiche, atualmente no Engenho Rosário. Além de outras construções, destacam-se: a fábrica primitiva, o barracão, a oficina, os galpões de farragens e a capela, esta de construção recente. Casa da Balança - construída no fim do século passado, tem planta de forma retangular, em dois níveis, com varandas ocupando todos os lados ao nível do térreo. Atualmente funciona como escola. Casa-Grande e Casas dos Trabalhadores - o conjunto está disposto em um único pavimento, com planta formada por dois blocos, ligadas por um corredor que é o próprio prolongamento da varanda lateral. Prédio da Fábrica - a construção tem planta formada por três blocos dos quais o do centro é de maiores dimensões. Nas fachadas ainda aparecem resquícios de adornos e das cerraduras dos vãos. A edificação sofreu várias alterações. Funciona hoje como armazém de açúcar. Barracão - construção de um pavimento de planta retangular, com varanda na parte da frente. As casas são ocupadas pcr trabalhadores rurais. O estado geral de conservação é regular. A ambiência é complementada por grande quantidade de árvores de porte, frutíferas e coqueirais, além do pequeno povoado.

Como chegar: Entrando na PE-61, no entroncamento com a PE-60, segue-se por mais 1 km. Fica na margem norte da rodovia.

Mais Fotos:

____________________________________________________________________________________

clique para ampliar

Foto: Jornal Cana NE

Engenho Rosário Usina Trapiche

várias famílias de

agricultores e agricultoras estão praticando a agricultura agroflorestal e a

Agroecologia com sucesso a despeito de variados problemas socioeconômicos –

trabalho, educação, saúde, infra-estrutura, outros, existentes nesta Região

Canavieira.

várias famílias de

agricultores e agricultoras estão praticando a agricultura agroflorestal e a

Agroecologia com sucesso a despeito de variados problemas socioeconômicos –

trabalho, educação, saúde, infra-estrutura, outros, existentes nesta Região

Canavieira.

Moeu pela primeira vez em 1890, quando já pertencia à Companhia Agrícola e Mercantil de Pernambuco. Em 1929, tendo como proprietária a firma Mendes Lima, possuía 15 propriedades agrícolas, 43 quilômetros de ferrovia, cinco locomotivas e 65 carros. O transporte da cana, do açúcar e do álcool era feito pela ferrovia própria e por barcaças. Construída em 1933, no mesmo local onde em 1875, existia O Engenho Ubaquinho, com sua capela em devoção a São Judas Tadeu, a qual existe até os dias de hoje. A Usina é uma junção de três engenhos: o Ubaqulnho, o Trapiche e o Trapiche Velho. Começou a funcionar no ano seguinte à sua construção, em 1934. Foi construída em estrutura metálica e de alvenaria. Sendo uma usina que possui refinaria de açúcar para exportação. Possui destilaria de álcool, fabricando o álcool neutro, anídrico e hidratado. Tem modernos laboratórios e moenda industrial. A usina utiliza alta tecnologia, com maquinário e engrenagens modernas. Tem uma bela casa de residência dos proprietários, com móveis antigos e santos de pedra. Tem no terraço, como decoração, uma antiga prensa de Casa de Farinha e a roda que espremia a mandioca. A usina encontra-se em pleno funcionamento e possui boa infra-estrutura para visitação, como um auditório para 50 pessoas, sanitários e área de recreação. Existe uma preocupação com a ecologia, tendo a usina 3.800 ha de mata preservada.

Como chegar: Estrada da Usina Trapiche, CEP: 55580-000 - Sirinhaém/PE Fone: (81) 3577-1194 Fax: (81) 3577-1174.

____________________________________________________________________________________

clique para ampliar

Foto: Governo PE

Engenho Ubaca Grande
Embora não exista documentação histórica sobre o engenho, sua casa grande é de características rurais e exemplar da arquitetura do ciclo do açúcar. Edificação de um pavimento, construída em alvenaria de tijolos com planta composta por blocos retangulares existindo varanda em três lados, As fachadas são rebocadas e marcando seus ângulos, aparecem cantoneiras decoradas. Os guarda-corpos da varanda e da escada de acesso, são em treliça de madeira. As colunas de sustentação da coberta, também são em madeira. Seu estado geral de conservação é regular. Atualmente funciona como casa de moradores da Usina Trapiche. A Casa-Grande situa-se na encosta de uma coluna, em área de cota bastante elevada. Suas terras são utilizadas para plantio de cana-de-açúcar, capim para pasto de animais e grande quantidade de árvores de porte e frutíferas.

Como chegar: Estrada da Usina Trapiche, segue-se por 6 km, e depois, à direita por mais 1 km.

____________________________________________________________________________________

clique para ampliar

Foto: Governo PE

Engenho Tinoco

Engenho fundado no período colonial, logo ganhou importância, destacando-se dos demais, por possuir um aqueduto. Compõe ainda a sede, uma Casa-Grande e uma moita, já modificada, restando apenas a chaminé. o aqueduto constitui exemplar de relevante interesse arquitetônico, tanto por ser testemunho de uma das várias técnicas utilizadas para a moagem da cana-de-açúcar. Elevado do solo e construído em alvernaria de tijolos, tem estrutura arqueada em diferentes alturas, conforme a topografia do terreno. Tem senzala modificada, servindo de moradia. Resta ainda uma capelinha dedicada à Nossa Senhora do Socorro, com fachada simples.

Pertenceu, nos fins do século XIX ao abolicionista Major Prisciano de Barros Accioly Lins, que, por ser Republicano, recusou em certa oportunidade, o título de Barão do Rio Formoso, oferecido pelo governo Imperial. Em 1920 este engenho pertencia a família Abreu e Lima. Pertence hoje á família Azevedo Monteiro e está incorporado ao Engenho Goicana.

Atualmente funciona como engenho fornecedor de cana-de-açúcar para a Usina Trapiche. Encontra-se em estado regular de conservação. Situado na margem oeste da PE-60, as construções estão localizadas em terreno inclinado, ficando o aqueduto em área de cotas mais baixas. Suas terras são utilizadas para plantio de cana-de-açúcar, capim para pasto de animais e coqueirais.

Como chegar: Depois da entrada de Sirinhaém, continua-se pela PE-60 mais 6 km, na direção de Rio Formoso, ao sul.

Mais Fotos:

____________________________________________________________________________________

clique para ampliar

Foto: Governo PE

Engenho Goicana

Pertenceu a Sebastião Antônio de Barros Accioly Lins Wanderley, o Barão de Goicana, sendo poucas as informações a respeito deste engenho. (fonte: Dicionário das Famílias Brasileiras - www.irwanderley.eng.br/GasparLiteratura/DicionarioFamiliasBrasileiras.htm)

Como chegar: Nas proximidades do Engenho Tinoco.

Fonte: GOUVÊA, Fernando da Cruz. O barão de Goicana e o seu diário. Notícia Bibliográfica e Histórica, Campinas, n. 119, p. 199-203, Jul-Sep/1985. Disponível em: <http://biblioteca.ricesu.com.br/art_link.php?art_cod=6204> Acesso em: 17 Sep 2009.

 

____________________________________________________________________________________

clique para ampliar

Foto: Governo PE

Engenho Jussaral

Pertenceu a João Florentino e Antonia Florentina, mas são poucas as informações a respeito deste engenho, mas, no Oratório do mesmo foram realizados vários casamentos e batismos da família Cavalcanti e Albuquerque, no século XIX. (fonte: Raízes & Laços - http://delanocarvalho. com/Jussaral.aspx)

Como chegar: Localização imprecisa, em levantamento.

 

____________________________________________________________________________________

clique para ampliar

Foto: Governo PE

Engenho Califórnia

Foi um dos maiores engenhos de Pernambuco. Adquirido pelo coronel João Florentino, que levantou uma Casa-Grande, teve uma capela muito bonita, com preciosos santos de madeira cobertos de jóias de ouro, os trancelins, as pulseiras, as "memórias" de pedras brilhantes encastoadas, os bastões de São José em ouro puro e as varas do Menino Jesus e de São João Batista em ouro ou em prata lavrada. Eram de ouro as espadas que atravessavam o coração de Nossa Senhora das Dores. Num dos pequenos altares laterais, eram veneradas duas velhas imagens de terracota de Santa Luzia e Santa Isabel e um grande Santo Antônio enrocado. (fonte: Raízes & Laços - http://delanocarvalho. com/california.aspx e Livro "Um Senador de Pernambuco - Breve Memória de Antônio de Barros Carvalho", escrito por Gerardo Mello Mourão)

Como chegar: Nas cercanias de Sirinhaém para o lado de Palmares.

____________________________________________________________________________________

clique para ampliar

Foto: Governo PE

Engenho Conceição

várias famílias de
agricultores e agricultoras estão praticando a agricultura agroflorestal e a
Agroecologia com sucesso a despeito de variados problemas socioeconômicos –
trabalho, educação, saúde, infra-estrutura, outros, existentes nesta Região
Canavieira.
várias famílias de
agricultores e agricultoras estão praticando a agricultura agroflorestal e a
Agroecologia com sucesso a despeito de variados problemas socioeconômicos –
trabalho, educação, saúde, infra-estrutura, outros, existentes nesta Região
Canavieira.

Sob coordenação do Centro de Desenvolvimento Agroecológico Sabiá, várias famílias de agricultores e agricultoras estão praticando a agricultura agroflorestal e a Agroecologia com sucesso a despeito de variados problemas socioeconômicos – trabalho, educação, saúde, infra-estrutura, outros, existentes nesta Região Canavieira.

Como chegar: Localização Imprecisa.

____________________________________________________________________________________

clique para ampliar

Foto: Governo PE

Engenho Taquari

várias famílias de
agricultores e agricultoras estão praticando a agricultura agroflorestal e a
Agroecologia com sucesso a despeito de variados problemas socioeconômicos –
trabalho, educação, saúde, infra-estrutura, outros, existentes nesta Região
Canavieira.
várias famílias de
agricultores e agricultoras estão praticando a agricultura agroflorestal e a
Agroecologia com sucesso a despeito de variados problemas socioeconômicos –
trabalho, educação, saúde, infra-estrutura, outros, existentes nesta Região
Canavieira.

Adquirido por dom Helder Câmara, que mostrou-se revolucionário realizando a primeira experiência de reforma agrária em Pernambuco, passando este para as mãos de trabalhadores rurais. O engenho faz parte da Operação Esperança, lançada pelo arcebispo em meados da década de 60, logo depois de ele chegar ao Recife. Por meio da iniciativa, o arcebispo pôs em prática o trabalho social da arquidiocese: além de atender a necessidades urgentes dos pobres, como habitação e terra, havia a preocupação, em plena vigência do regime militar, em conscientizar o povo para as questões sociais

Como chegar: Na PE-60, entra na PE-64, passando por vários engenhos e pela Usina Trapiche, seguindo até o distrito de Ibiratinga. Fica nas proximidades.

____________________________________________________________________________________

clique para ampliar

Foto: Daniel Araújo

Engenho Boa Vista

várias famílias de
agricultores e agricultoras estão praticando a agricultura agroflorestal e a
Agroecologia com sucesso a despeito de variados problemas socioeconômicos –
trabalho, educação, saúde, infra-estrutura, outros, existentes nesta Região
Canavieira.
várias famílias de
agricultores e agricultoras estão praticando a agricultura agroflorestal e a
Agroecologia com sucesso a despeito de variados problemas socioeconômicos –
trabalho, educação, saúde, infra-estrutura, outros, existentes nesta Região
Canavieira.

Sem informações sobre este engenho.

Como chegar: Depois da entrada de Sirinhaém, continua-se pela PE-60 mais 4 km, na direção de Rio Formoso, ao sul.

____________________________________________________________________________________

________________________________________________________